Archives: agosto 2016

Mensagens que o aluno precisa ouvir do professor

 

Olá, gente…Professor e aluno

Diante de todas as turbulências da sociedade e velocidades das tecnologias que impactam a escola e a sala de aula, os relacionamentos entre professor e aluno tornam-se difíceis e desafiadores exigindo dos professores aperfeiçoar o trabalho individual e coletivo e revisão de conceitos teóricos e práticos de docência.

Dentre as diversas questões, realizamos uma coletânea de mensagens que os professores podem usar para desarmar as relações professor-aluno e ajudar a construir relacionamentos alunos que podem durar por muito tempo.

Experimente!

– Não é o quanto você sabe, mas o que você faz com o que você sabe. Sei que isso pode ser difícil agora. Mas isso contribui para criar novas habilidades para outros temas.

– Eu me importo com você. E aqui é o lugar e a aula que planejei para você.

A palavra “inteligente” não significa nada. Então, eu e você não a usaremos mais.

– Você faz parte do nosso objetivo. Acredito que você pode fazer grandes coisas e, eu estou aqui para ajudá-lo a fazer.

– O passado é o passado, hoje é hoje. Fracassos passados ​​ou erros sumiram. Se o passado é verdadeiramente relevante para hoje, vamos usá-lo como aprendizagem.  Caso contrário, vamos superá-lo e seguir em frente.

– Sua pontuação numa prova reflete uma pequena parte de seu verdadeiro potencial. Você é muito mais que isso.

– Você tem que se cuidar mais que apenas esperar pena dos outros. Você é capaz de superar suas dificuldades.

– Se você realmente se preocupa com a qualidade do que você diz e faz na vida, tudo se torna mais fácil.

– O mais  importante competidor com você é você mesmo. Você está em sua própria jornada. Não compare o capítulo 2 da sua jornada com a de alguém que esteja no capítulo 8 da dele.

– Você deve se sentir confortável durante a aprendizagem. Caso contrário converse com seu professor a respeito disso.

– Os erros nos ajudar a crescer. Somente ao reconhecê-los, aprendemos a superá-los, pois assumir riscos implica em cometer erros. Veja o caso dos atletas olímpicos.

– Eu também sou um ser humano, uma pessoa.  Eu ensino, mas eu sou muito mais parecido com você do que você pensa. Às vezes eu vou cometer erros. Às vezes eu vou precisar da sua ajuda.

– Neste momento eu sou o seu (sua) professor (a) para a vida. Se você precisar estarei aqui e no futuro em alguma parte da vida.

– Você é o mais importante para mim. Acompanho, vejo e ouço o que você faz ou deixa de fazer. E isso afeta minha vida e sua vida.

– Você é capaz de ser o que desejar. Às vezes poderá ser difícil, mas nunca impossível.

 

Você teria mais alguma contribuição? Encaminhe para aumentarmos essa lista.

Postado por Michel Assali