Tendências da Gestão Escolar

Olá, gente…novos paradigmas

O Século 21 vem impor paradigmas nos desafiar e para apurar nosso olhar para as novas concepções de sociedade, relações sociais, tecnologias e políticas públicas capazes de contemplar tais demandas.

As políticas educacionais se reorganizam no sentido de aperfeiçoar e acomodar as novas tendências, integrando teorias e práticas, bem como os necessários investimentos para garantir acesso, permanência e qualidade do ensino.

Nesse sentido, faz-se urgente que os gestores educacionais  mobilizem espaços e tempos para discutir e redefinir concepções sobre a organização da escola e de seu papel social na formação de um novo cidadão.

Segue abaixo um quadro sobre alguns aspectos a considerar com o objetivo de contribuir  com as reflexões sobre concepções da gestão escolar e seus desdobramentos até a sala de aula.

 

Como geralmente é!

O precisamos fazer!

Pensamento contido! Permitir aos professores e alunos a fazer perguntas: como podemos mudar a nossa maneira de pensar sobre a escola para melhorar a aprendizagem?
Nós sempre fizemos isso! Aqui, sempre fizemos dessa forma! Permitir aos professores e alunos condições para criar novas rotinas, novas tradições, e construir novas abordagens para a aprendizagem.
Entramos no jogo somente para ganhar! Permitir aos professores e alunos oportunidades de estarem na vanguarda daquilo que é vibrante e emocionante em nossa sociedade.
Visão do próprio umbigo! Permitir a escola para buscar feedback regular dos alunos, pais e outros interessados ​​sobre o papel da escola e sua relação no atendimento às necessidades de seus  alunos.
A abordagem do navegador solitário! Incentivar professores e alunos a criação de comunidades colaborativas rede dentro e fora da escola. Promover equipes, dando a todos os alunos tempos e momentos para refletir sobre o que eles estão aprendendo.
O fracasso não faz parte de nosso vocabulário! Promover uma cultura escolar que compreenda o fracasso como aspecto inerente e motivador para a inovação. Permitir aos professores e estudantes a falhar, enquanto eles estão dispostos a aprender com seus erros e crescer.
Siga somente a mentalidade do líder! Incentivar professores e alunos a olhar para além do dia de hoje. Onde é que nós queremos ser 5 ou 10 anos a partir de agora? Promover uma cultura que suporta pensadores independentes que apreciam o valor da educação.
Contratações e admissões fracas! Traga as pessoas para a comunidade escolar que pensam de forma diferente e interessante. Não contratar professores ou admitir de acordo com um protótipo. Contrate para singularidade e potencial.
A falta de inovação! Não tenha medo de redefinir as expectativas de professores e alunos para abraçar as habilidades do Séc. 21 que precisam ser conectados  em uma sociedade global.
Expectativas irrealistas! Não coloque todos os seus ovos numa única cesta. Promova uma grande ideia, tente “inovação soft” de modo a incentivar professores e alunos para a inovação ou criatividade. Promova altas expectativas.

Tem alguma sugestão?

Encaminhe suas contribuições e comentários!

Postado por Michel Assali

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *