O desenho como instrumento de avaliação

Olá, gente!…Aprender desenhando1

Dentre a diversidade de formas metodológicas para avaliar aprendizagens, baseada em habilidades e competências, uma abordagem inovadora e muito interessante é o acompanhamento de desenhos representativos de situações ou fenômenos trabalhados nas diversas disciplinas do currículo escolar.

Pesquisadores americanos observaram que uma representação por desenho, coloca o aluno mais à vontade para expor conteúdos aprendidos, possibilitando a descontração e a criatividade.  Além disso, o desenho representado facilita ao professor acompanhar erros e equívocos de aprendizagem do aluno, permitindo intervenções no processo de ensino.

Os pesquisadores pediram aos alunos mais velhos que representassem através de desenhos algumas situações ou fenômenos a serem explicados para crianças menores. Após uma coleta e análise de 3.000 desenhos as conclusões básicas das pesquisas demonstraram que:

– os desenhos fornecem aos professores um feedback direto sobre os conceitos que os alunos estão ou não assimilando, para ajudar a promover um ensino mais eficaz;

– o processo de criação de um desenho para ensinar os outros tem o potencial de aprofundar a compreensão dos alunos sobre conceitos científicos e específicos.

– desenhos feitos por estudantes com a finalidade de ensinar os colegas podem revelar equívocos ou erros conceituais, exigindo imediata intervenção dos docentes.

Trata-se, portanto de mais um instrumento válido a ser inserido no processo de avaliação escolar.

Veja como exemplo ao lado, um desenho realizado por aluno do fundamental versando sobre o tema condutibilidade elétrica.

Experimente, compartilhe e deixe seus comentários.

Postado por Michel Assali

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *